Na era da conectividade total em que vivemos, é tentador compartilhar todo tipo de coisa nas redes sociais. Afinal, queremos mostrar nosso dia-a-dia, nossa família e nossos momentos de conquista e alegria, não é mesmo?

Infelizmente, devemos ter cuidado antes de compartilhar qualquer coisa. Determinadas informações, compartilhadas com inocência, podem ser usadas por pessoas mal-intencionadas para facilitar todo tipo de crime, tanto virtual quanto real.

O risco é ainda maior se estivermos falando dos chamados dados sensíveis, que podem ser armas poderosas nas mãos de criminosos!

Por isso, hoje elaboramos uma lista com algumas coisas que você nunca deve publicar na Internet, por melhores que sejam as suas intenções, se quiser preservar sua privacidade e segurança. Vamos conhecer a lista!

1 - Ingressos de eventos

Antes de postar foto do ingresso daquele show pelo qual você esperou tanto tempo, tome cuidado: normalmente, bilhetes de eventos têm códigos de barras que, se puderem ser inteiramente visualizados na foto, facilitam a vida de falsários.

Assim, se o seu ingresso aparecer na foto com o código de barras (ou o número que corresponde a ele) claramente visível, alguém pode tentar copiar o seu bilhete, o que pode causar a você uma enorme dor de cabeça na hora de entrar no evento.

Por isso, se for compartilhar fotos de ingressos, cubra o código de barras ou utilize um aplicativo para borrá-lo!

2 - Cartões de embarque e planos de viagem

Cartões de embarque de voos contém várias informações importantes: nome e sobrenome do passageiro, origem, destino, data e hora do voo e, às vezes, dados que podem dar acesso à conta do usuário no site ou sistema da companhia aérea.

Criminosos podem fazer uso de todas essas informações, inclusive para conseguir ainda mais dados sensíveis da vítima: apenas com nome, sobrenome e número do localizador de registros, pessoas mal-intencionadas podem obter informações privadas como número de telefone do passageiro e até reservas futuras.

Além, portanto, de não postar fotos do seu cartão de embarque, evite também publicar na Internet seus planos de viagem: eles podem demonstrar a criminosos como está sua saúde financeira ou mesmo revelar a eles que sua casa estará vazia em determinado período. Certamente, você não quer que eles saibam de nada disso.

3 - Endereço de casa e telefone

Parece estranho pensar que alguém compartilha seu endereço abertamente nas redes sociais. Entretanto, isso ocorre sem que as pessoas percebam: um evento aberto no Facebook, por exemplo, tendo como local a casa de alguém, ou mesmo a foto daquela encomenda tão aguardada, em cuja etiqueta aparece o endereço completo.

Quando o seu endereço aparece na Internet, os criminosos têm um prato cheio: tanto terão um dado sensível que podem usar num cadastro falso quanto saberão onde você mora, usando dessa informação para investigar a sua vida e até, eventualmente, tentar furtos, assaltos ou sequestros.

Compartilhar telefone é algo que acontece também, principalmente quando as pessoas querem receber o contato de uma empresa ou famoso e colocam seus números de telefone como comentários em algum post nas redes sociais. Não faça isso: seu número pode ser usado para aplicação de golpes!

4 - Sua mesa de trabalho

Gosta de fazer aquela selfie no escritório ou mostrando seu ambiente de home office? Cuidado! Numa mesa de trabalho, podem ser encontradas várias informações importantes: usuário e senha de sistemas na tela do computador, notas fiscais, documentos diversos…

Publicar essas informações na Internet pode provocar o vazamento de dados muito importantes sobre a empresa em que você trabalha, causando prejuízos incalculáveis e impactando o seu emprego e a sua carreira.

Assim, se quer fazer uma foto do seu ambiente de trabalho, certifique-se de que não há informações suas nem da empresa à mostra, tanto em documentos quanto na tela do computador.

5 - Sua localização atual

O check-in num estabelecimento (quando o usuário marca sua localização atual para mostrar que está naquele lugar), bem como geotags (tags de localização) em postagens nas redes sociais, são duas formas muito comuns de mostrar publicamente qual é a sua localização de momento.

Evite fazer isso! Criminosos podem se utilizar dessa informação para localizar você em tempo real, muitas vezes num ambiente mais vulnerável, e realizar um assalto ou sequestro-relâmpago, caso você tenha um maior poder aquisitivo.

Em qualquer caso, ainda é preciso lembrar que mostrar localização atual evidencia que você não está em casa, facilitando furtos na sua residência.

6 - Fotos de crianças

Compartilhar um momento especial com um filho, sobrinho ou neto é tentador, mas deve ser evitado. O nome da criança, seu uniforme da escola, o local em que ela se encontra e várias outras informações que podem estar numa postagem de rede social tornam o(a) pequeno(a) bastante vulnerável.

Criminosos podem saber onde uma criança mora, estuda, qual seu nome, familiares mais próximos e muitas outras informações só através das redes sociais de parentes descuidados, o que a deixa à mercê de sequestros e golpes de todo tipo.

Além disso, a simples foto da criança pode ser copiada por pedófilos e usada em montagens com as finalidades mais obscuras. Não exponha seu filho desta forma. Nunca publique na Internet fotos e dados dele!

7 - Data de aniversário

É muito comum que pessoas falem de suas datas de aniversário nas redes sociais, publicando-as na Internet em momentos de celebração, por exemplo.

No entanto, lembre-se que a sua data de nascimento, junto a seu nome completo, CPF e nome da mãe são suficientes para quase todo tipo de cadastro falso que um criminoso queira fazer em seu nome.

Evite sair divulgando sua data de nascimento por aí! Claro, o mesmo vale para todos os outros seus dados sensíveis, mas a data de nascimento é aquela que costuma ser mais pública. Cuide de sua privacidade!

E então, o que achou de nossa lista de 7 coisas para nunca publicar na Internet? Agora que você sabe disso, aproveite o máximo de sua Internet de forma protegida!

Fontes: Techtudo, Copel Telecom, Oficina da Net