Atualmente é comum vermos nos telejornais nacionais algumas notícias comentando sobre ataques hackers ocorridos no país. E isso não é por acaso, o Brasil sofreu, apenas no primeiro trimestre de 2021, mais de 3,2 bilhões de tentativas de ataques cibernéticos, liderando o ranking de casos na América Latina. Os dados são da Fortinet, multinacional canadense especializada em cibersegurança.

O caso mais recente é o do sequestro digital de servidores da rede varejista Lojas Renner por meio do vírus ransomware, programa capaz de criptografar todos os dados de uma máquina e emitir uma cobrança, normalmente em bitcoin, para liberar os arquivos. Algumas fontes afirmam que o ataque atingiu cerca de 1.3 mil servidores da rede, criptografando inclusive bancos de dados em Porto Alegre e em São Paulo.

Esse tipo de ataque ocorre por meio da abertura de um arquivo infectado, assim ele se espalha pela máquina e vai criptografando todos os arquivos que encontrar. Com isso, todos os documentos e arquivos ficam inutilizáveis até a retirada da criptografia, solução possível somente por meio de uma chave. Para fornecer a chave, o criminoso cobra uma quantia em bitcoin, moeda digital de difícil rastreio.

Pensando em todas essas possibilidades de cibercriminosos e suas consequências, separamos algumas dicas básicas para que você proteja seu computador de um ataque hacker.

Evite abrir e-mails suspeitos e websites desconhecidos

A principal fonte de contaminação dos cibercriminosos está em e-mails infectados ou sites suspeitos. Se tratando de e-mail, são diversas técnicas exploradas pelos criminosos, todas fazendo com que você baixe um arquivo ou acesse um link. Entre as principais táticas estão e-mails dizendo que você deve algum tipo de conta, que recebeu um convite ou divulgando um sorteio e pedindo para você entrar no link para se cadastrar. 

O melhor método de evitar cair em um golpe desse tipo é verificar se o endereço de onde veio o e-mail é correspondente ao padrão da empresa, verificando se o servidor de e-mail é o da companhia ou se é de algum serviço de correio eletrônico padrão, como gmail ou outlook.

Como os criminosos não tem acesso a uma conta nativa da empresa, acabam criando endereços similares com o nome da empresa, porém utilizando um servidor padrão, como ultragaz@gmail.com ou telefonica@outlook.com. Outro ponto a ser analisado são os erros de português, comuns nesse tipo de situação. 

Por fim, se quiser ter mais segurança, pesquise o site da empresa em seu navegador e verifique diretamente por lá se há alguma pendência, evitando baixar ou acessar qualquer coisa por esse tipo de e-mail.

Já se tratando de websites, as artimanhas são realizadas normalmente por pop-ups de promoções, fazendo com que você acesse um link e assim acabe baixando algo sem perceber. 

Os principais navegadores do mercado possuem habilitados de fábrica algumas ferramentas de proteção contra sites suspeitos, alertando o usuário sempre que estiver prestes a entrar em um. Só acesse esse tipo de site quando tiver absoluta certeza de que ele é confiável, caso contrário poderá estar expondo sua máquina a uma possível invasão.

Mantenha seu computador atualizado

Independente para qual tipo de programa seja a atualização, se é para o navegador de internet, aplicativos nativos, antivírus e até mesmo o sistema operacional, atualize tudo que puder. São por meio das atualizações que os desenvolvedores combatem as vulnerabilidades descobertas nas versões anteriores, evitando assim deixar brechas para possíveis invasões. 

Não adianta somente atualizar o que está utilizando no momento, pois os cibercriminosos podem utilizar os erros dos softwares antigos e invadir a máquina do mesmo jeito.

Realize backup constante de seus arquivos

O caso das Lojas Renner citado no começo do artigo é uma prova viva de que uma invasão pode ocorrer com todo mundo. Ter uma cópia de todos os seus arquivos possibilitará com que, caso sofra algum tipo de invasão que corrompa seus documentos, você possa simplesmente formatar o computador e passar os arquivos novamente para a máquina, sem preocupação. 

Isso é importante não só para o usuário comum, mas até mesmo para grandes empresas, assim evitará ter que pagar quantias enormes para ter acesso aos seus dados de volta.

Utilize algum programa de antivírus em sua máquina

No mercado há inúmeras opções de antivírus, desde a versão padrão do sistema operacional como até versões pagas com diversas funções em tempo real. Independente da escolha, é importante ter esse tipo de programa instalado em sua máquina, pois é ele quem irá filtrar e notificar quando houver algum arquivo suspeito tentando se infiltrar na sua máquina. 

Além disso, por ser constantemente atualizado, o antivírus evitará a contaminação do computador pelos principais vírus atuantes na rede, garantindo uma segurança extra na hora de navegar online.

....

Seguindo essas dicas você poderá navegar sem risco pela internet, podendo aproveitar o máximo da rede.