Ter uma webcam conectada ao seu computador desktop ou notebook é sempre bom. Na verdade, para quem gosta de fazer stream de jogos ou participa de muitas videochamadas no trabalho, é quase que necessário!

Essa necessidade aumentou muito em tempos de pandemia, quando o home office passou a ser hábito para a maioria das empresas e a quantidade de videoconferências disparou. Assim, seja por diversão, praticidade ou mesmo trabalho, ter uma webcam conectada ao computador é, para muitos, uma necessidade.

No entanto, muitas pessoas enfrentam problemas com suas videoconferências pois não possuem webcam e também não podem fazer a chamada diretamente no smartphone por algum motivo (como, por exemplo, não poder ficar sem usar o aparelho livremente enquanto a chamada está em andamento).

Muita gente tem esses problemas, mas sempre podem comprar uma webcam de qualidade ou esperar o frete da compra. Então como resolver o problema?

A resposta pode ser bastante simples: usar o celular como webcam no PC ou notebook! Sim, o seu smartphone (ou um outro, mais defasado, que estava aí esquecido na gaveta) pode se tornar uma webcam de maneira bem simples.

Vamos ver como fazer isso agora!

Como usar o celular como webcam

É muito simples utilizar o celular como webcam através de diversos aplicativos, mas hoje vamos nos concentrar no DroidCam Wireless Webcam, disponível na Play Store. No entanto, serve apenas para smartphones com sistema Android; não há versão para iPhone.

Utilizando esse app, não são necessários cabos de nenhum tipo; tudo acontece pelo Wi-Fi. E falando nele, um lembrete importante: o celular que será usado como webcam tem de estar conectado na mesma rede que o computador.

Vamos agora ver, passo a passo, como usar o celular como webcam no DroidCam:

  1. Baixe o app na Play Store;
  2. Ao abri-lo pela primeira vez, toque nos botões “Próximo”, e, em seguida, “Entendido”;
  3. O app pedirá ao sistema acesso à câmera e microfone do seu aparelho. Quando a mensagem pedindo permissão aparecer, toque em “Permitir”;
  4. Você verá duas informações na tela: o número de IP do aparelho e número da porta. Anote ou copie ambos;
  5. Você pode tocar no botão de “três pontinhos” (opções) e depois em “Configurações” para fazer ajustes como limitar frames por segundo para economizar bateria ou escolher a câmera (frontal ou traseira) que deseja usar;
  6. No seu computador desktop ou notebook, instale o programa DroidCam PC Client, disponível no site do desenvolvedor. Verifique qual a versão compatível com seu sistema operacional antes;
  7. Abra o programa no seu computador após instalado;
  8. No campo “Device IP”, digite o endereço IP do seu celular, que você anotou ou copiou no passo 4;
  9. Faça o mesmo com o número da porta;
  10. O programa apresentará opção de transmitir apenas vídeo, apenas áudio ou ambos. Selecione a que desejar;
  11. Clique em “Start”;
  12. As imagens da câmera escolhida do seu celular serão transmitidas em tempo real para o computador, mas em apps de videoconferência como Zoom ou Skype, será necessário, ao entrar na reunião, selecionar a webcam do DroidCam como fonte das imagens.

Como lembrete final do uso do DroidCam, lembre-se sempre que você vai precisar de uma conexão robusta de internet para sustentar a videochamada e a transmissão de imagem do DroidCam simultaneamente!

Possibilidades e limitações do DroidCam

É bom lembrar que, apesar de não precisar de cabos, o DroidCam permite que você, se preferir, faça a conexão dessa maneira, utilizando um cabo USB! Basta tocar no segundo botão (da esquerda para a direita) na parte superior da tela.

A vantagem de optar pelo cabo é uma perda menor de qualidade na imagem; a desvantagem é uma menor praticidade e mobilidade da “câmera” durante o uso.

Embora o DroidCam seja uma opção fácil e prática para, por exemplo, reviver um smartphone esquecido como webcam, o app tem suas limitações e não conseguirá substituir perfeitamente uma webcam “de verdade”.

A qualidade da imagem, por exemplo, sempre será inferior se você usar o celular como webcam — e principalmente se optar pela conexão Wi-Fi, sem cabos. Além disso, o DroidCam só permite formato horizontal (paisagem) de vídeo.

Se essas limitações são graves para você, talvez valha a pena fazer suas videoconferências diretamente via app do serviço de videochamadas (Zoom, Meet etc), embora isso “prenda” o uso do seu aparelho, de certa forma. Outra opção seria buscar um modelo barato de webcam.

Seja qual for sua necessidade, certamente vale a pena testar o DroidCam ou outro app do tipo, não é mesmo? Quem sabe o resultado pode ser bastante satisfatório e você ganha mais uma opção para fazer streamings e chamadas de vídeo!

Fontes: TechtudoTecnoblog, Olhar Digital, Canaltech